Altamira | Hamara Soft Hotel

Altamira

Altamira é conhecida como o maior município do mundo em extensão territorial, área de 161.445.9 km. Uma das principais características está na hidrografia, rio Xingu, seu principal rio, com inúmeros afluentes, cachoeiras e lagos que são fontes ideais para uma rica pescaria e o ecoturismo. Na economia predomina a pecuária e agricultura. É conhecida como a “Princesinha do Xingu” e a capital da Transamazônica, pela formação étnica de várias regiões durante o período de colonização da região da Transamazônica. Possui cerca de 82 mil habitantes.

O primeiro homem branco a subir no rio Xingu foi o jesuíta Roque de Hunderfund, no século XVII, que fundou uma missão (aldeamento de silvícolas para a catequese) no médio Xingu. Com a ascensão ao poder em Portugal do Marquês de Pombal, as obras dos jesuítas foram irremediavelmente perdidas em função da expulsão dos mesmos. Somente em 1841, o padre Antônio Torquato de Souza da Paróquia de Souzel, reabre a picada que ligava por terra o igarapé Tucurui no Baixo Xingu.

Em 1868, com o auxílio dos índios, os capuchinhos Ludovico e Carmelo Martarini abriram uma picada do baixo ao médio Xingu, que Coronel Francisco Gaioso tentou transformar em uma estrada, agora apoiada no braço escravo africano. Em 1880, Agrário Cavalcante retornou os trabalhos de Gaioso retificando o traçado da estrada, partindo do local onde se encontra hoje a sede do município de Vitória do Xingu e chegando à foz do Igarapé, Ambé construiu um Forte que recebeu sua denominação.

Em 1891, diversos civilizados entre os quais o Coronel Raimundo de Paula Marques e o Major Pedro de Oliveira Lemos, residiam onde está erguida a cidade de Altamira. A partir daí a localidade não parou de crescer. Em 1897, possuía 20 casas, tornando-se vila no início do século passado. O Coronel José Porfírio de Miranda Júnior, passou a defender a emancipação da vila de Altamira e, em 6 de novembro de 1911, por meio da lei n° 1.234, foi assinada pelo governador do Estado João Antônio Luiz Coelho, criando um novo município, o de Altamira.

Aniversário da Cidade: 06 de Novembro

Características:
- Clima: Quente e úmido
- Temperatura Média: 25° C
- Como chegar: Partindo de Belém (BR-230)
- Localização: Sudoeste Paraense

Limites:
Ao norte com o município de Vitória do Xingu, Brasil Novo, Medicilândia, Uruará, Placas e Rurópolis, a Leste com o Município de Senador José Porfírio e São Félix, ao Sul , limita-se com o Estado de Matogrosso e a Oeste limita-se com o Município de Itaituba, Novo Progresso e Trairão.

Acesso Rodoviário: BR 230
Distâncias: 512 km da Capital Turismo

Principais Pontos Turísticos

Rio
O RIO XINGU, um dos mais importantes do Estado, caracteriza a cidade de Altamira em riquezas naturais como praias, balneários, cachoeiras e furos e foi, durante muito tempo, a sua principal via de comunicação e transporte. Ele nasce na região leste do Estado de Mato Grosso, a oeste da imponente Serra do Roncador e ao norte da Serra Azul. Nesta região nascem os rios Kuluene , Couto de Magalhães e 7 de Setembro. O rio Couto de Magalhães lança-se no Kuluene, que por sua vez encontra-se com o rio 7 de Setembro em um pontal a partir do qual inicia-se o rio Xingu. Portanto, o rio Xingu é inteiramente formado pelos rios 7 de Setembro, Kuluene e Couto de Magalhães. Preservar as nascentes destes três importantes rios é garantir as águas cristalinas e fartas do rio Xingu. Preservar o pontal deste ENCONTRO DAS ÁGUAS é preservar um dos maiores mananciais de água cristalina do Planeta. Este fato é reconhecido mundialmente, inclusive pela WWF (Word Wide Foundation) que é a mais poderosa ONG do Planeta, que considera esta imensa região natural como um hot point, isto é, um dos principais pontos do Planeta com intensa ocorrência de Biodiversidade, onde a VIDA se manifesta em toda a sua variedade e esplendo.

Receba novidades em primeira mão
Loading...Loading...